Portal do Governo Brasileiro

Participantes da Agro Centro visitam assentamento rural

Estudantes, professores e produtores participaram de visita técnica a propriedades produtoras de leite bovino de assentamento rural em Morrinhos. Os pecuaristas tiveram apoio do programa “Balde Cheio”, da Embrapa Pecuária Sudeste. A atividade faz parte da programação do segundo dia da Feira Agro Centro-Oeste Familiar, realizada pelo Instituto Federal Goiano (IF Goiano).

 

Agro Centro-Oeste recebe caravanas de estudantes da região Sul de Goiás

Agro Centro-Oeste recebe caravanas de estudantes da região Sul do Estado
quinta-feira, 24 de abril de 2014 - 7:07 PM
Além dos alunos do Instituto Federal Goiano (IF Goiano), da Universidade Estadual de Goiás (UEG), Universidade Federal de Goiás (UFG), membros da comunidade externa da cidade de Morrinhos e pequenos produtores rurais da região, a Agro Centro-Oeste Familiar tem recebido a visita de alunos do Ensino Fundamental e Ensino Médio das escolas públicas e particulares, da região Sul do Estado de Goiás.
A vinda desses alunos ao câmpus faz parte do Projeto “Venha nos conhecer”, iniciado em 2012 e coordenado pela Gerente de Estágio, Emprego e Egresso, Luciana Balduíno. O projeto tem como objetivo possibilitar que estudantes de 9º ano do Ensino Fundamental e 3º ano do Ensino Médio conheçam toda a infraestrutura do Câmpus Morrinhos, como os laboratórios de Informática, laboratório de Solos, laboratório de Controle de Pragas, os setores de Suinocultura, Bovinocultura e Avicultura, bem como os cursos técnicos e superiores.
Para Rodrigo Santana, 13, aluno do 9º do Ensino Fundamental do Colégio Alfredo Nasser, da cidade de Buriti Alegre, a participação na Agro Centro-Oeste tem grande importância para o futuro de sua vida estudantil. Rodrigo ressalta que ficou impressionado com toda a estrutura da feira, com as oficinas e exposições realizadas durante a feira.
De acordo com a Coordenadora do Projeto, Luciana Balduíno, 500 alunos das cidades de Água Limpa, Buriti, Caldas Novas, Edealina, Goiatuba, Morrinhos, Pontalina e Rio Quente visitaram a Agro Centro-Oeste Familiar, nessa quinta-feira, 24, mesma quantidade de alunos que visitarão a Agro Centro na sexta-feira, 25.
Eduardo Torres – Especial para a Agro Centro-Oeste Familiar 2014

caravana_1

Além dos alunos do Instituto Federal Goiano (IF Goiano), da Universidade Estadual de Goiás (UEG), Universidade Federal de Goiás (UFG), membros da comunidade externa da cidade de Morrinhos e pequenos produtores rurais da região, a Agro Centro-Oeste Familiar tem recebido a visita de alunos do Ensino Fundamental e Ensino Médio das escolas públicas e particulares, da região Sul do Estado de Goiás.

 

Feira abre espaço para casos de sucesso da Agricultura Familiar

Feira abre espaço para casos de sucesso da Agricultura Familiar
quinta-feira, 24 de abril de 2014 - 4:44 PM
O público participante da 12ª Agro Centro-Oeste Familiar – feira realizada no Instituto Federal Goiano (IF Goiano) – Câmpus Morrinhos, desde quarta-feira, 23 – teve a oportunidade de conhecer a história de agricultores familiares que se destacam como produtores rurais. A apresentação desses casos de sucesso aconteceu na manhã da quinta-feira, 24, em uma das salas do Pavilhão Cerrado.
O momento também envolveu a participação de professores do IF Goiano e técnicos da empresa Raça, Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater) e Cooperativa Mista dos Produtores de Leite de Morrinhos (Complem), que colaboraram com orientações ao público interessado, além de sanarem dúvidas levantadas ao longo das apresentações.
Um dos casos relatados foi o do casal João Batista Luciano e Lílian Santana de Lima, que há quase 30 anos vive no assentamento Tijunqueiro, em Morrinhos. A família se dedica à atividade leiteira há cerca de duas décadas, mas somente nos últimos quatro anos a produção vem dando retorno. “Já estávamos desistindo, mas encontramos o caminho certo e hoje já pensamos em trabalhar também com irrigação”, relatou a agricultora.
Segundo Lílian, a “receita” é não abrir mão da assistência técnica oferecida por instituições e empresas especializadas. “Não basta só o dinheiro para investir. Ouvir os técnicos é muito importante e é o que faz a diferença”, destacou. Hoje o casal tem 2,5 hectares de pasto, cuja produção anual chega a quase 400 litros de leite. “Para quem era boia-fria, nossa situação atual é motivo de verdadeiro orgulho”, completou João Batista.
Na área de fruticultura, o caso em destaque foi o da agricultora familiar Carmem Silva, que começou com o plantio de manga e laranja. “No início, encontramos dificuldades quanto ao auxílio técnico, porque na região de Morrinhos os profissionais da Agronomia estão mais voltados para a produção de milho e soja”, relatou, acrescentando que conseguiu superar as barreiras e atual preocupação está no fato de aumentar a produção para conseguir atender o mercado local.
A família de Carmem, que inclui seu marido e dois filhos, abastece hoje os maiores supermercados da cidade com manga, laranja, mamão e maracujá e também trabalha fornecendo esses produtos e seus derivados para o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). “Nos tornamos uma pequena empresa, com cada um cuidando de uma parte do negócio”, concluiu, referindo-se às etapas de produção e vendas.
Lidiane Neves – Especial para Agro Centro-Oeste Familiar 2014
Galeria de Imagens

O público participante da 12ª Agro Centro-Oeste Familiar – feira realizada no Instituto Federal Goiano (IF Goiano) - Câmpus Morrinhos, desde quarta-feira, 23 – teve a oportunidade de conhecer a história de agricultores familiares que se destacam como produtores rurais. A apresentação desses casos de sucesso aconteceu na manhã da quinta-feira, 24, em uma das salas do Pavilhão Cerrado.

 

Banner
Banner
Banner
Banner