Seleção de primers polimórficos para estudo de diversidade genética em cactáceas

Daniel Oliveira Jordão do Amaral, Daniel Rodrigo Cavalcante de Araújo, Juliana Gomes Freitas, Fabiane Rabelo da Costa Batista

Abstract


A família Cactaceae está distribuída principalmente nas Américas, apresentam uma grande importância econômica, fornecendo recursos energéticos para animais polinizadores e dispersores, podendo ser utilizadas na alimentação animal e humana, possui um grande potencial na medicina tradicional e no paisagismo. O objetivo do presente estudo foi selecionar indicadores e padronizar reações de PCR (Polymerase Chain Reaction) para analisar ISSR (Inter Simple Sequence Repeats) em estudos de variabilidade genética de Cactaceae. Foram testados 14 indicadores de ISSR com temperatura variando de 48° a 52°C, em espécies de Tacinga, e destes, 8 foram selecionados por serem polimórficos: ISSR-808, ISSR-827, ISSR-842, ISSR-845, ISSR-853, ISSR-857 ISSR-880 e ISSR-888. O número médio de sequências amplificadas por indicador foi de 11,5 bandas, com destaque para o indicador ISSR-827, que produziu 15 bandas, enquanto os indicadores ISSR-845 e ISSR-853 produziram apenas 8 bandas. Os 8 indicadores selecionados no presente estudo possibilitaram a diferenciação genética, sendo eficientes e indicando um bom nível de polimorfismo entre as espécies analisadas, dessa forma, poderão ser utilizados em futuros trabalhos para estimar a divergência genética em nível molecular em espécies da família Cactaceae.


Keywords


Cactos, Caracterização Molecular, ISSR

References


Batista, F. R. da C. et al. (2018). Cactário Guimarães Duque: espécies da coleção botânica do INSA. Campina Grande-PB, INSA.

Cavalcante, M. Z. B. et al. (2017). Potencial ornamental de espécies do Bioma Caatinga. Comunicata Scientiae, 8(1), 43-68.

Calvente, A., Zappi, D. C., Forest, F. & Lohmann, L. G. (2011). Molecular phylogeny, evolution, and biogeography of South American epiphytic cacti. International Journal of PlantSciences, 172, 902-914.

Castro-Félix, P. et al. (2014). Genetic diversity within a declining natural population of Ferocactushistrix (DC). Lindsay. Plant Species Biology, 29, 21-30.

Chagas, K. P. T., Sousa, R. F., Fajardo, C. G., & Vieira, F. A. (2015). Seleção de marcadores ISSR e diversidade genética em uma população de Elaeis guineensis. Revista Brasileira de Ciências Agrárias, 10(1), 147-152.

Chaves, E. M. F. & Barros, R. F. M. (2015). Cactáceas: recurso alimentar emergencial no semiárido, Nordeste do Brasil. Gaia Scientia, 9, 129-135.

Domingues, S. D., Neves, A. F., Mangolin, C. A., & Machado, M. F. P. S. (2017). Seleção de primers para análise de Inter Simple Sequence Repeats (ISSR) em Cereussp. (Cactaceae). Revista Biotecnologia & Ciência, 6(2), 46-54.

Faleiro, F. G. (2007). Marcadores genético-moleculares aplicados a programas de conservação e uso de recursos genéticos. Planaltina, DF: Embrapa Cerrados.

Ferreira, M. E., & Grattapaglia D. (1996). Introdução ao uso de marcadores moleculares em análise genética (2ª ed.) Brasília: Embrapa Cenargen.

Gupta, M., Chyi, Y., Romero-Severson, J. & Owen, Y. J. (1994). Amplification of DNA markers from evolutionary diverse genomes using single Primers of simple sequence repeats. Theoretical and Applied Genetics, 89, 998-1006.

Hunt, D., Taylor, N. & Charles, G. (2006). The New Cactus Lexicon. Milborne Port, UK: DH books.

Kinsuat, M. J., & Kumar, S. V. (2007). Polymorphic microsatellite and cryptic simple repeat sequence markers in pineapples (Ananas comosus var. comosus). Molecular Ecology Notes, 7, 1032-1035.

Lima-Nascimento, A. M. de, Bento-Silva, J. S., Lucena, C. M. de, & Lucena, R. F. P. de. (2019). Ethnobotany of native cacti in the northeast region of Brazil: can traditional use influence availability? Acta Botanica Brasilica, 33(2), 350-359.

Lucena C. M., et al. (2014). Potencial medicinal de cactáceas en la región semiárida del Nordeste de Brasil. Gaia Scientia, 36–50.

Mergulhão, A. C. E. S., et al. (2012). Marcadores moleculares para detecção de variabilidade genética em variedades de palma forrageira. Pesquisa Agropecuária Pernambucana, 17(1), 78-82.

Nadeem, M. A., et al. (2018). DNA molecular markers in plant breeding: current status and recent advancements in genomic selection and genome editing, Biotechnology & Biotechnological Equipment, 32(2), 261-285.

Oliveira, F. I. C., Bordallo, P. N., Castro, A. C. R., & Correia, D. (2013). Genetic diversity of spineless Cereus jamacaru accession susing morphological and molecular markers. Genetics and Molecular Research, 12, 4586-4594.

Realini, M. F. (2015). Phylogenetic relationships in Opuntia (Cactaceae, Opuntioideae) from southern South America. Plant Systematics and Evolution, 30, 1123-1134.

Reddy, M. P., Sarla, N., & Siddiq, E. A. (2002). Inter simple sequence repeat (ISSR) polymorphis mand its application in plant breeding. Euphytica, 128, 9-17.

Santos, M. O., et al. (2018). Medicinal Plants: versatility and concordance of use in the caatinga area, Northeastern Brazil. Anais da Academia Brasileira de Ciências, 90(3), 2767-2779.

Silva, N. V., Bezerra, J. D. C., Nascimento Junior, J. R. S., Rego, M. M., & Andrade, A. P. (2018a). Polimorfismo em genótipos de palma forrageira com diferentes graus de resistência ao dactylopius opuntiae. In III Congresso Internacional das Ciências Agrárias - III cointer pdvagro 2018, 2018, João Pessoa/PB. Anais 2018 - III Congresso Internacional das Ciências Agrárias - III Cointer Pdvagro 2018.

Silva, T. S. S., Freitas, J. S., Santos, E. S. L., Dos S, C. T., & Cerqueira-Silva, C. B. M. (2018b). Caracterização e seleção de marcadores moleculares em Croton linearifolius Mull. Arg. como subsídio para estudos genéticos. Multi-Science Journal, 1(10), 4-8.

Taylor, N. P. & Zappi, D. (2004). Cacti of Eastern Brazil. Kew: Royal Botanic Gardens.

Vieira, A. C., Cardoso, T. dos S., Silva, T. S. S., Cerqueira-Silva, C. B. M. & Santos, E. S. L. dos. (2019). Seleção de primers Inter Simple Sequence Repeat em melocactus conoideus buin. & bred. (cactaceae), espécie endêmica do sudoeste da Bahia, Brasil. Enciclopédia biosfera, Centro Científico Conhecer - Goiânia, 16(29), 1365-1374.

Zietkiewicz, E., Rafalski, A. & Labuda, D. (1994). Genome Fingerprinting bysimple sequence repeats (SSR) - anchored polymerase chain reaction amplification. Genomics, 20, 176-183.




DOI: http://dx.doi.org/10.33837/msj.v2i3.1074

Refbacks

  • There are currently no refbacks.

Comments on this article

View all comments




Copyright (c) 2020 Daniel O. J. do Amaral

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Indexed in:

          

A publication of the "Diretoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação", IFGoiano - Campus Urutaí

 

  

 Licença Creative Commons

License: Creative Commons - Attribution 4.0 International.