PRODUÇÃO DE OVINOS DE CORTE EM MANEJO ORGÂNICO

Édipo Henrique Fernandes

Resumo


Objetiva-se com essa revisão, apresentar a produção de carne ovina orgânica como alternativa produtiva e sustentável, atendendo todas as exigências impostas pelo consumidor e diretrizes governamentais. Os setores responsáveis pela produção animal precisam promover processos de inovação tecnológica no sentido de incorporar modelos e tecnologias mais limpas ou de menor impacto ambiental. Diante desses novos anseios e exigências, surge a produção orgânica como um novo nicho mercadológico para produtos agrícolas e pecuários. Várias técnicas têm sido adaptadas e geradas, de modo a permitir que a produção orgânica de carne ovina possa ser viável nos modelos de produção tradicionalmente praticados. A pecuária orgânica nacional ainda tem um longo caminho a ser percorrido no que diz respeito a conversão, adaptação e divulgação de tecnologias.

Palavras-chave


carne ovina; produção orgânica; sustentabilidade; certificação.

Texto completo:

PDF

Referências


Araújo Filho, J. A.; Marinho, H. E. V. Produção orgânica de carne de ovinos e caprinos. In: II Simpósio Internacional sobre Caprinos e Ovinos. – 2º SINCORTE. Anais ..., João Pessoa, 2003.

Araujo Filho, J. A. de; Vasconcelos, H. E. M. Produção orgânica de carne de ovinos e caprinos. In: Simpósio Internacional sobre o agronegócio da caprinocultura leiteira, 1.; Simpósio Internacional sobre Caprinos e Ovinos de Corte, 2.; Espaço Aprisco Nordeste, 1., 2003, João Pessoa. Anais ... João Pessoa: EMEPA, 2003. p.233-242.

Angood, K. M. et al. A comparison of organic and conventionally-produced lamb purchased from three major UK supermarkets: Price, eating, quality and fatty acid composition. Meat Science, v.78, n.3, p.176-184, 2008.

Bellaver, C. Produção animal e qualidade de vida nas sociedades em transição. In: Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Zootecnia, 39. 2002, Recife. Anais ... Recife: Sociedade Brasileira de Zootecnia, 2002. p.317-331.

Brasil. Ministério da Agricultura e Abastecimento. Instrução normativa nº 7, de 17 de maio de 1999. Diário Oficial República Federativa do Brasil, Brasília, maio 1999. Sec. 1, p.11-14.

Brasil. Lei nº 10831, de 23 de dezembro de 2003. Dispõe sobre a agricultura orgânica e dá outras providências. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Brasília, DF, 23 dez. 2003. Seção 1, p.8.

Buainain, A. M.; Batalha, M . O. Cadeia Produtiva de Produtos Orgânicos. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Secretaria de Políticas Públicas, Instituto Interamericano de Cooperação. Brasília: IICA: MAPA/SPA, 2007. p.110.

Cabaret, J. Animal health problems in organic farming: subjective e and objective assessments and farmers’ actions. Livestock Productions Science, v.80, p.99-108, 2003.

Cavalcante, A. C. R. et al. Produção Orgânica de Caprinos e Ovinos. Sobral-CE: Embrapa Caprinos, 2007. 40p. (Boletim Técnico 69).

D´almeida, T. N. Bem estar animal x segurança alimentar. Higiene Alimentar. v.19, n.132, p.15-17, 2005.

FAO, Committee on Agriculture – Managing Livestock – Environment Interactions. 25-27 abril 2007. Disponível em: ftp://ftp.fao.org/docrep/fao/meeting/011/j9421e.pdf. Acesso em:12/04/2015

Figueiredo, E. A. P. de; Soares, J. P. G. Sistemas orgânicos de produção animal: dimensões técnicas e econômicas. In: Reunião da Sociedade Brasileira de Zootecnia, 49. 2012, Brasilia. Anais ... Brasilia: Sociedade Brasileira de Zootecnia, 2012.

Galvão, F. Rebanho lucrativo. Isto é Dinheiro, 350, p.82-83, 2004.

Haddad, C. M.; Alves, F. V. Alimentos orgânicos para suplementação de bovinos. In: Conferência Virtual Global sobre Produção Orgânica de Bovinos de Corte, 1., 2002, Corumbá.

IBD. Instituto Biodinâmico. Diretrizes para o padrão de qualidade orgânico IBD – 21 ed. Botucatu, 2015.

Junior da Silva, P. Escolhas e influências dos consumidores de alimentos na modernidade reflexiva: um estudo em supermercados. (Dissertação de Mestrado). Universidade Federal do Paraná, Curitiba, Brasil.

Kathounian, C. A. O ecossistema como modelo produtivo do pequeno agricultor. Cadernos Técnicos da Escola de Veterinária da UFMG, Belo Horizonte, n.22, p.71-88, 1998.

Morbidini, L. et al. Carcass, meat and fat quality in italian Merino derived lambs obtained with organic farming systems. In: Recent Progress in Animal Production Science, 1., 1999, Piacenza. Anais … Piacenza: ASPA, 1999. p.598-600.

Moreno, G. M. B. (2008). Produção orgânica de carne de cordeiro e cabrito. Disponível em: Acesso em: 13/04/2015.

Moura, L. G. O. O ecossistema como referência para o sistema produtivo da agropecuária orgânica e o mercado orgânico. In: Congresso Nordestino de Produção Animal 2.; Simpósio Nordestino de Alimentação de Ruminantes, 8., 2000, Teresina. Anais ... Teresina: Sociedade Nordestina de Produção Animal, 2000. v.1, p.155-164.

Nardone, A. et al. Sustainability of small ruminant organic systems of production. Livestock Production Science, v.90, p.27-39, 2004.

Paixão, R. L. É possível garantir o bem estar aos animais de produção? Revista Conselho Federal de Medicina Veterinária, v.11, n.36, p.66-73, 2005.

Pereira, M. C. S.; Pinheiro, R. S. B. Alternativas sustentáveis na produção de ovinos. Fórum Ambiental da Alta Paulista, v.9, n.7, 2013.

Portugal, A. V. Modelos de produção de alimentos de origem animal no futuro. Revista Portuguesa de Ciências Veterinárias, v.97, n.542, p.63-70, 2002.

Rezende, F. D.; Signoretti, R. D (2005). Sistema orgânica de produção de carne bovina. Disponível em: http://www.aptaregional.sp.gov.br Acesso em: 15/04/2015.

Sampaio, R. L. Avaliação de sistemas de produção de bovinos de corte em manejo orgânico. (Dissertação de Mestrado). Faculdades de Ciências Agrárias e Veterinárias – Universidade Estadual Paulista, Jaboticabal, Brasil.

Santos, G. C.; Monteiro, M. Sistema orgânico de produção de alimentos. Alimentos e Nutrição, v.15, n.1, p.73-86, 2004.

Silva Sobrinho, A. G. Produção de cordeiros em pastagem. In: Simpósio Mineiros de Ovinocultura, 1., 2001. Lavras. Anais ... Lavras: UFLA, 2001. p. 63-97.

Torres, T. R. et al. Produção de carne orgânica. Revista Eletrônica Nutritime, v.8, n.3, p.1509-1516, 2011.

Vitti, G. C.; Luz, P. H. C. de. Utilização agronômica de corretivos agrícolas. Piracicaba: FEALQ, 2004. 120p.

Willer, H. Organic Agriculture Worldwide. Key results from the global survey on organic agriculture 2011. Research Institute of Organic Agriculture, FiBL, Switzerland.

Zen, S. de; Santos, M. C.; Monteiro, C. M. Evolução da caprino e ovinocultura. Brasília: Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil, 2014. 3p. (Boletim Técnico, 1).

Zeola, N. M. B. L.; Silva Sobrinho, A. G.; Manzi, G. M. Composição regional e centesimal da carcaça de cordeiros criados nos sistemas de produção orgânico e convencional. Revista Brasileira de Zootecnia, v.40, n.12, p.2963-2970, 2011.

Zeola, N. M. B. L. et al. Desempenho e características da carcaça de cordeiros submetidos aos modelos de produção orgânico e convencional. Arq, Bras. Med. Vet. Zootec., v.63, n.1, p.180-187, 2011.

Zeola, N. M. B. L. et al. Composição regional e centesimal da carcaça de cordeiros criados nos sistemas de produção orgânico e convencional. Revista Brasileira de Zootecnia, v.40, n.12, p.2963-2970, 2011a.

Zeola, N. M. B. L. et al. Homeopatia no controle de helmintos grastrintestinais de ovelhas em gestação. In: Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Zootecnia, 44., 2007, Jaboticabal. Anais ... Jaboticabal: Sociedade Brasileira de Zootecnia, 2007. (CD-ROM).

Zeola, N. M. B. L. et al. Parâmetros qualitativos da carne de cordeiros submetidos aos modelos de produção orgânico e convencional. Braz. J. Vet. Res. Anim. Sci., São Paulo, v.48, n.2, p.107-115, 2011b




DOI: http://dx.doi.org/10.33837/msj.v1i5.198

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Édipo Henrique Fernandes

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Revista Indexada nas seguintes bases:

 

          

Uma publicação da Diretoria de Pesquisa e Pós-Graduação do IFGoiano - Câmpus Urutaí

 

  

 Licença Creative Commons

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.