ENSINO DE HISTÓRIA E NOVAS ABORDAGENS

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33837/msj.v1i5.345

Keywords:

Ensino de História, atores sociais, educação da atenção

Abstract

Esta comunicação procura refletir sobre o processo de construção da Educação História presente nos livros didáticos promovendo uma reflexão acerca do atores sociais envolvidos em processos como da colonização na América Latina e no Brasil, e da forma que estes são abordados dentro do processo de educação. A partir das reflexões de Tim Ingold sobre a Educação da Atenção, traçar-se a diversas configurações de apresentação da forma de ensinar história.

Palavras Chave: Ensino de História, atores sociais, educação da atenção.

Author Biographies

Wesley Lima de Andrade, Instituto Federal Goiano - Campus Urutaí

Mestre em História pela UFU (Universidade Federal de Uberlândia).É graduado em História na UEG (Universidade Estadual de Goiás),e em Teologia pela FTU (Faculdade Unida de Vitória).Tem experiência nas áreas de História Cultural, História Oral e Regional com ênfase em História, Memória, Religiosidade popular, atuando principalmente nos seguintes temas: memória, tradição, identidade, cultura e religiosidade. Foi professor no curso de História da Universidade Estadual de Goiás (Unu- Quirinópolis), ministrando as disciplina História Medieval, História Antiga, Políticas Públicas Educacionais, Gestão Escolar e Currículo e História e Cultura. Atualmente é professor efetivo no Instituto Federal Goiano (Câmpus Urutaí).

Wanderleia Silva Nogueira, Universidade Estadual de Goiás - Campus Quirinópolis

PMestre em História pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás (2011). Possui graduação em história pela UEG - Universidade Estadual de Goiás, e especialização em História do Brasil e Região pela UEG - Universidade Estadual de Goiás. Tem experiência na área de pesquisa em História, com ênfase em História da Cultura e História da África. Leciona na UEG ? Universidade Estadual de Goiás , onde atua como pesquisadora na abordagem das seguintes temáticas: História das Cidades, História Cultural, História do Imaginário, e História da África. Está Coordenadora do Curso de História da UEG ? Câmpus Quirinópolis.

References

Bittencourt, C. M. (org.)(2002). O saber histórico na sala de aula. 7 ed., São Paulo: Contexto, 2002.

Carvalho, I. C. M.; Steil, C.A. (2013). Percepção e ambiente:: aportes para uma epistemologia ecológica. Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, Rio Grande, v. , n. , p.59-79, mar. 2013. Disponível em: <https://www.seer.furg.br/remea/article/view/3443/2069>. Acesso em: 10 jul. 2016.

Silva, M. A. (1990) Repensando a História.Rio de Janeiro: Marco Zero.

Published

2018-03-18

How to Cite

Andrade, W. L. de, & Nogueira, W. S. (2018). ENSINO DE HISTÓRIA E NOVAS ABORDAGENS. Multi-Science Journal (ISSN 2359-6902), 1(5), 63-65. https://doi.org/10.33837/msj.v1i5.345

Issue

Section

Technical Communications