ENSINAR, PRODUZIR E APRENDER HISTÓRIA: DESAFIOS E POSSIBILIDADES NO USO DO LIVRO DIDÁTICO NO ENSINO DE HISTÓRIA

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33837/msj.v1i6.350

Keywords:

Livro didático Ensino de História Colonização América

Abstract

Este texto procura refletir sobre a tríade ensinar, produzir e aprender história, considerando os desafios e as possibilidades do uso do livro didático no Ensino de História. Para esta reflexão, nos pautamos na análise da coleção A Escrita da História, mais especificamente, o Capítulo 8: O velho e o Novo Mundo sob duas majestades: o Rei e o Papa, do volume 1 desta coleção, elaborado por Flavio de Campos e Regina Claro e destinado às turmas de 1º ano do Ensino Médio. Ao analisarmos o material, foi possível constatar uma proposta diferenciada, que não mantém o foco no volume de informações e conteúdos, mas numa formação analítica e questionadora por parte dos estudantes, sendo os conteúdos abordados de forma sucinta. Tomamos como embasamento para este estudo os escritos de Bittencourt (1993), Chartier (2001), Oliveira et al (1984), Zacheu (2015), entre outros. 

Author Biographies

Wesley Lima de Andrade, Instituto Federal Goiano - Campus Urutaí

Mestre em História pela UFU (Universidade Federal de Uberlândia).É graduado em História na UEG (Universidade Estadual de Goiás),e em Teologia pela FTU (Faculdade Unida de Vitória).Tem experiência nas áreas de História Cultural, História Oral e Regional com ênfase em História, Memória, Religiosidade popular, atuando principalmente nos seguintes temas: memória, tradição, identidade, cultura e religiosidade. Foi professor no curso de História da Universidade Estadual de Goiás (Unu- Quirinópolis), ministrando as disciplina História Medieval, História Antiga, Políticas Públicas Educacionais, Gestão Escolar e Currículo e História e Cultura. Atualmente é professor efetivo no Instituto Federal Goiano (Câmpus Urutaí).

Vania Cristina da Silva, Universidade Federal de Goiás

ossui Licenciatura Plena em História pela Universidade Estadual de Goiás. Mestre em História pelo Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal da Paraíba, na linha de pesquisa: Ensino de História e saberes históricos e área de concentração em História e Cultura Histórica. Atualmente é doutoranda em História pelo PPGH da Universidade Federal de Goiás, na linha de pesquisa Fronteiras, Interculturalidades e Ensino de História e área de concentração: Cultura, Fronteiras e Identidades. Atuou como mediadora no curso de graduação em Pedagogia/UAB/UFPB, entre 2011 e 2015. Tem experiência na área de História, com ênfase em História da Educação e Ensino de História. Integrante do Grupo de Estudos e Pesquisas - Saberes Históricos: Ensino de História, Historiografia e Patrimônios.

References

Bittencourt, C. M. F. (1993). Livro didático e conhecimento histórico: uma história do saber escolar. Tese de doutorado. São Paulo: Faculdade de Educação da USP.

Bittencourt, C. M. (Org.). (2002). O saber histórico na sala de aula. 7 ed., São Paulo: Contexto.

Bloch, M. (2001). Apologia da História ou o ofício do historiador. Rio de Janeiro: Zahar.

Campos, F. de.; Claro, R. (2010). A Escrita da História 1. 1 ed. São Paulo: Escala Educacional (Coleção a Escrita da História).

Chartier, R. (Org.). (2001). Práticas de leitura. 2ºed. São Paulo: Estação liberdade.

Fernandes, M. C. (2011). Vinte e cinco anos do PNLD: uma trajetória de negociações entre política educacional e econômica. Anais do VI Congresso Brasileiro de História da Educação. Vitória: SBHE/UFES, p. 1-14.

Oliveira, J. B. A.; Guimarães, S. D. P.; Bomény, H. M. B. (1984). A política do livro didático. São Paulo: Summus.

Peres, E.; Vahl, M. M. (2014). Programa do livro didático para o Ensino Fundamental do Instituto Nacional do Livro (PLIDEF/INL, 1971-1976): contribuições à história e às políticas do livro didático no Brasil. In: Revista Educação e Políticas em Debate. 3, n.1, jan./jul. 2014. p.53-70.

Rüsen, J. (2001). Razão histórica: teoria da história: os fundamentos da ciência histórica. Brasília: UnB.

Schmidt, M. A.; Barca, I.; Urban, A. C. (2014). Passados possíveis: a educação histórica em debate. Ijuí: Unijuí.

Silva, M. A. (2012). A fetichização do livro didático. Educação e Realidade, v. 37, n. 3, set./dez. de 2012, p. 803-821.

Zacheu, A. A. P. (2015). O livro didático e o ensino de história em uma escola pública situada no interior. Dissertação de mestrado. Universidade Estadual Paulista. Faculdade de Ciências, Bauru.

Published

2017-07-24

How to Cite

Andrade, W. L. de, & Silva, V. C. da. (2017). ENSINAR, PRODUZIR E APRENDER HISTÓRIA: DESAFIOS E POSSIBILIDADES NO USO DO LIVRO DIDÁTICO NO ENSINO DE HISTÓRIA. Multi-Science Journal (ISSN 2359-6902), 1(6), 12-16. https://doi.org/10.33837/msj.v1i6.350

Issue

Section

Technical Communications

Most read articles by the same author(s)