CARACTERIZAÇÃO QUÍMICA, POTENCIAL DE USO E ASPECTOS POLUENTES DE TRÊS CULTIVARES DE BATATA-DOCE ANTES E APÓS A FERMENTAÇÃO ETÍLICA

Wallace Aniszewski Távora e Silva

Resumo


A possibilidade de se utilizar os resíduos agroindustriais para fins que agreguem valor a sua cadeia produtiva pode ser um fator determinante para a viabilidade econômica e industrial da atividade. Portanto, neste trabalho foi avaliado a composição química do resíduo da Batata doce (RDB)  antes e após a fermentação visando identificar suas potencialidades de uso e os aspectos poluentes.  Com base na composição química do RBD conclui-se que trata-se de um resíduo sólido que não pode ser lançado diretamente em corpos hídricos mas que possui potencialidades para fertirrigação com o uso in natura e pode ser classificado como fonte de alimento concentrado proteico rico macro e micro minerais, havendo, no entanto, a necessidade de secagem para que este seja utilizado na alimentação animal.


Palavras-chave


reaproveitamento, cadeia produtiva, biocombustíveis

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.33837/msj.v1i7.365

Apontamentos





Direitos autorais 2017 Wallace Aniszewski Távora e Silva

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Revista Indexada nas seguintes bases:

 

          

Uma publicação da Diretoria de Pesquisa e Pós-Graduação do IFGoiano - Câmpus Urutaí

 

  

 Licença Creative Commons

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.