Educação em Ciências e Matemática Inclusiva: levantamento de publicações pertinentes ao tema em periódico especializado entre 2012 e 2017

Dagna Adelina Silva, Paulo Vitor Teodoro de Souza, Rosângela Lopes Borges, Marcos Fernandes Sobrinho

Resumo


O presente trabalho exibe resultados de uma pesquisa que buscou investigar publicações sobre o Ensino de Ciências e Matemática relacionadas a estudantes com necessidades educativas especiais. Para tanto, apresentamos um levantamento bibliográfico no periódico: Ciência & Educação, em que contemplou os últimos cinco anos [2012-2017]. Percebemos que neste período existem poucas produções que apontam reflexões sobre atividades didáticas na perspectiva inclusiva, relacionadas ao Ensino de Ciências e Matemática.  Na perspectiva de que a pesquisa nessa área contribua ainda mais com as discussões, debates e reflexões acerca do acesso, da permanência e da apropriação de conhecimentos em processos de inclusão educacional, consideramos oportuno, além de pertinente, a forte recomendação de que haja ampliação de trabalhos dentro dessa temática.


Palavras-chave


Educação em Ciências e Matemática; inclusão; levantamento bibliográfico

Texto completo:

PDF

Referências


Brasil. (1998). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília: Senado Federal.

______. (1990). Declaração mundial sobre Educação para Todos: plano de ação para satisfazer as necessidades básicas de aprendizagem. UNESCO Jomtien/Tailândia.

______. (1994). Declaração de Salamanca e linha de ação sobre necessidades educativas especiais. Brasília: UNESCO.

______. (1996). Leis de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. LDB 9.394/96, de 20 de dezembro de 1996. Brasília: MEC.

Castagnino. R. H. (1968). Análise Literária. São Paulo: Mestre Jou.

Cellard, A. (2008). A análise documental. In: Poupart. J. et al. A pesquisa qualitativa: enfoques epistemológicos e metodológicos. Petrópolis: Vozes.

Fernandes-Sobrinho, M. (2016). Temas sociocientíficos no Enem e no livro didático: limitações e potencialidades para o ensino de Física. (Tese de doutoramento). Universidade de Brasília, Brasil.

Fernandes, S. H. A., & Healy, L. (2016). A emergência do pensamento algébrico nas atividades de aprendizes surdos. Ciência & Educação, 22(1), 237-252.

Lima, M. C. B., & Castro, G. F. (2012). Formação inicial de professores de física: a questão da inclusão de alunos com deficiências visuais no ensino regular. Ciência & Educação, 18(1), 81-98.

Marchesi, A. (2004). Desenvolvimento Psicológico e Educação (2.ª ed). Porto Alegre: Artmed.

Oliveira, M.M. (2007). Como fazer pesquisa qualitativa?. Petrópolis: vozes.

Oliveira, W. D., & Benite, A. M. C. (2015). Aulas de ciências para surdos: estudos sobre a produção do discurso de intérpretes de LIBRAS e professores de ciências. Ciência & Educação, 21(2), 457-472.

Pereira, L. L. S., Benite, C. R. M., Padilha, J. C., Mendes, M. L., Vilela-Ribeiro, E. B., & Benite, A. M. C. (2015). Trajetória da formação de professores de ciências para educação inclusiva em Goiás, Brasil, sob a ótica de participantes de uma rede colaborativa. Ciência & Educação, 21(2), 473-491.

Pessanha, M., Cozendey, S., & Rocha, D. M. (2015). O compartilhamento de significado na aula de física e a atuação do interlocutor de Língua Brasileira de Sinais. Ciência & Educação, 21(2), 435-456.

Queiroz, T. G. B., Silva, D. F., Macedo, K. G., & Benite, A. M. C. (2012). Estudo de planejamento e design de um módulo instrucional sobre o sistema respiratório: o ensino de ciências para surdos. Ciência & Educação, 18(4), 913-930.

Regiani, A. M., & Mól, G. S. (2013). Inclusão de uma aluna cega em um curso de licenciatura em química. Ciência & Educação, 19(1), 123-134.

Souza, P.V. T., Gauche, R., & Salles, P. (2016). Apontamentos de um levantamento Bibliográfico, sobre inclusão, na revista Química Nova e Química Nova na Escola entre o período de 1995 a 2016. In 36° Encontro de Debates sobre o Ensino de Química, Pelotas-RS, Brasil, 14-15 de outubro de 2016 (pp. 262-270). Pelotas: Ufpel/ IF Sul-Rio-Grandense.

Toti, F. A. (2011). Educação Científica e Cidadania: as diferentes concepções e funções do conceito de cidadania nas pesquisas em Educação em Ciências (Tese de doutoramento). Universidade Federal de São Carlos, Brasil.

Viginheski, L. V. M., Frasson, A. C., Silva, S. C. R., & Shimazaki, E. M. (2014). O sistema Braille e o ensino de Matemática para pessoas cegas. Ciência & Educação, 20(4), 903-916.

Vilela-Ribeiro, E. B., & Benite, A. M. C. (2013). Alfabetização científica e educação inclusiva no discurso de professores formadores de professores de ciências. Ciência & Educação, 19(3), 781-794.




DOI: http://dx.doi.org/10.33837/msj.v1i12.576

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários




Direitos autorais 2018 Dagna Adelina Silva, Paulo Vitor Teodoro de Souza, Rosângela Lopes Borges, Marcos Fernandes Sobrinho

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Revista Indexada nas seguintes bases:

 

          

Uma publicação da Diretoria de Pesquisa e Pós-Graduação do IFGoiano - Câmpus Urutaí

 

  

 Licença Creative Commons

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.