Comentários do leitor

Logan Paul é punido pelo YouTube após vídeo com suicida

por aryy manths (2018-01-11)


O YouTube anunciou uma série de sanções a Logan Paul,Como ganhar dinheiro como um pai produtor de conteúdo que, na última semana, publicou um vídeo com imagens do cadáver de um homem que se suicidou por enforcamento. O vlogueiro vai perder seu status de parceiro preferencial da plataforma, o que dava a ele acesso prioritário para anunciantes interessados, e também deixará de participar de produções originais do serviço de assinaturas Red.

Na prática, isso significa uma grande perda de influência e também de possibilidade de monetização para Paul. De acordo com o YouTube, foram cancelados uma série de shows originais que o tinham como astro principal e estavam em produção, bem como a participação do vlogueiro na série Foursome, na qual ele interpretava um personagem desde 2016.
como ganhar dinheiro na internet

Por outro lado, não ficou claro se Logan Paul também perdeu a parceria em si com o YouTube, o que significaria que ele se tornaria incapaz de monetizar qualquer um de seus vídeos. É provável que isso não tenha acontecido, o que contraria reivindicações feitas por parte do público online, que desde a publicação do vídeo polêmico vinha pedindo que a Google tomasse providência quanto aos atos do influenciador.

O principal motivo para isso é o caráter de seu público. Antiga estrela do Vine, Logan Paul estreou no YouTube em 2016 com vídeos diários e voltados, principalmente, para adolescentes. Esse caráter contrasta com a produção publicada em 31 de dezembro de 2017, na qual ele visita Aokigahara, conhecida como a “floresta do suicídio”, no Japão, e acaba encontrando o cadáver de um homem que havia tirado a própria vida.
Com o início da polêmica, Paul tirou o vídeo do ar. Durante as horas em que permaneceu ativa, entretanto, a produção angariou mais de 6,3 milhões de visualizações, chegando também ao 10º lugar entre os vídeos mais vistos daquele dia no YouTube. A presença de propagandas de sua marca de roupas, a Maverick, levou a ainda mais críticas, apesar de o vídeo em si não ter sido monetizado, bem como o caráter jocoso que antecede o encontro com o cadáver.