A barra do Governo Federal só poderá ser visualizada se o javascript estiver ativado. Ir direto para menu de acessibilidade.

Opções de acessibilidade

GTranslate

    pt    en    fr    es
Início do conteúdo da página

Setec planeja consolidar protagonismo dos Polos de Inovação

0
0
0
s2sdefault
Publicado: Segunda, 08 de Fevereiro de 2021, 18h14 | Última atualização em Segunda, 08 de Fevereiro de 2021, 18h23 | Acessos: 219

Plano inicia com a criação de indicadores de acompanhamento, que vão pautar a tomada de decisões da Secretaria. O objetivo é consolidar os Polos como interlocutores dos Institutos Federais com a iniciativa privada.

A Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec/MEC) apresentou na última sexta-feira, dia 5, uma proposta de indicadores para acompanhamento dos Polos de Inovação dos Institutos Federais (IF). A proposta foi apresentada aos Polos e às Pró-Reitorias de pesquisa e inovação em reunião por videoconferência.

De acordo com o assessor da Setec/MEC, Fábio de Medeiros Souza, a metodologia de acompanhamento será implantada para melhorar a atuação da Secretaria junto às unidades. “A Setec entende que existe uma necessidade de consolidar esse papel central dos Polos dentro dos IF na captação de demandas do setor privado”, explicou ele.

A proposta da Setec foi elaborada a partir de um extenso trabalho de coleta de dados e entrevistas com os diretores de Polos de Inovação. Durante esse trabalho, Fábio mencionou que já foram identificadas as primeiras demandas que devem receber atenção da Secretaria, como, por exemplo a capacitação para prospecção e captação de investimentos, e para elaboração de contratos de pesquisa e transferência de tecnologia.

Os indicadores propostos pela Setec avaliam impactos sociais e econômicos dos Polos no seu ecossistema de inovação (relativos à inovação e ao empreendedorismo), bem como os impactos institucionais de sua atuação no IF ao qual pertence.

O Diretor-Geral do Polo de Inovação do IF Goiano, Fernando Godinho, comentou que a proposta da Setec é muito bem-vinda no cenário atual, em que as cobranças ao serviço público são mais intensas e os recursos escassos. “Enquanto o convênio com a Embrapii nos estabelece metas de produtividade, o acompanhamento e as políticas da Setec permitem implantar e aperfeiçoar processos institucionais de gestão da inovação”, explica.

Fernando comentou ainda que com o recredenciamento do Polo de Inovação à Embrapii, que ocorreu no final de 2020, a unidade passou da fase “implantação” para a chamada “consolidação”. "A partir de agora temos o compromisso de estimular projetos de inovação em todo IF Goiano, compartilhando as experiências da unidade com todos os campi da instituição”, concluiu.

Assessoria de Comunicação do Polo de Inovação/IF Goiano
Texto: Karen Terossi

Fim do conteúdo da página