Essa pagina depende do javascript para abrir, favor habilitar o javascript do seu browser! Ir direto para menu de acessibilidade.

Opções de acessibilidade

GTranslate

    pt    en    fr    es
Início do conteúdo da página

SNCT 2023

0
0
0
s2sdefault
Publicado: Quarta, 20 de Setembro de 2023, 16h11 | Última atualização em Quinta, 21 de Setembro de 2023, 17h03 | Acessos: 667

Semana Nacional de Ciência e Tecnologia ocorrerá nos dias 13 e 14 de novembro no Campus Campos Belos. O tema deste ano é "Ciências Básicas para o desenvolvimento sustentável".

imagem sem descrição.

“Ciências Básicas para o Desenvolvimento Sustentável” é o tema escolhido para a vigésima edição da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT), que ocorrerá nos dias 13 e 14 de novembro de 2023 no Campus Campos Belos.

O biênio 2022–2023 foi definido pela Organização das Nações Unidas (ONU) e pela UNESCO como Ano Internacional das Ciências Básicas para o Desenvolvimento Sustentável 2022–2023.

O tema enfatiza as Ciências Básicas como base para o desenvolvimento sustentável.

Mas o que é Ciência Básica?

Ciência Básica pode ser definida como aquela produzida para o avanço de 29 conhecimentos fundamentais relacionados aos fenômenos da natureza, humanos e das matemáticas. A produção de conhecimento científico fundamental ou básico é movido pela necessidade humana de conhecer como o mundo funciona, sejam seus processos naturais ou as relações e criações materiais e imateriais humanas.

As Ciências Básicas constroem as bases do conhecimento científico aplicado. A física e a matemática, por exemplo, relacionam–se diretamente com a Engenharia Civil, que possibilita a construção de estruturas seguras. A física e a química são fundamentais para o desenvolvimento de materiais resistentes e seguros para a construção de tais estruturas. O desenvolvimento de medicamentos eficazes para o tratamento de doenças deriva, por exemplo, da química e da biologia. Já a matemática é a base da computação e da inteligência artificial.

As Ciências Humanas e Sociais são a base das políticas e estratégias voltadas para o bem-estar humano e para o desenvolvimento social, político e economicamente sustentáveis. A Antropologia, por exemplo, tem, historicamente, papel fundamental no conhecimento de práticas de saúde tradicionais que levam ao desenvolvimento de novos medicamentos ou de técnicas de cuidados mais eficientes e humanizadas.

 

As Ciências Básicas são importantes para o Desenvolvimento Sustentável?

 As Ciências Básicas têm uma contribuição importante a dar para a implementação do Desenvolvimento Sustentável. Elas fornecem os meios essenciais para enfrentar desafios cruciais, como o acesso universal a alimentos, energia, cobertura de saúde e tecnologias de comunicação. Elas nos permitem entender o impacto dos atualmente quase 8 bilhões de pessoas no planeta e agir para limitar, e às vezes até reduzi–lo: destruição da camada de ozônio, mudança climática, esgotamento dos recursos naturais, extinção de espécies vivas. (Michel Spiro, President of IUPAP, disponível em https://www.iybssd2022.org/en/about–us/)

Em 2015, a Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU) adotou a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, como um apelo global à ação para acabar com a pobreza, proteger o meio ambiente e clima e garantir que as pessoas, em todos os lugares, possam desfrutar de paz e prosperidade. A agenda é composta por 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) interconectados que abordam os principais desafios enfrentados no Brasil e no mundo.

 

Figura – Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS)

 

Alguns dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável parecem estar explicitamente interligados aos avanços científicos: Saúde e bem-estar (ODS 3), Educação de qualidade (ODS 4), Água potável e saneamento (ODS 6), Energia limpa e acessível (ODS 7), Ação contra a mudança global do clima (ODS 13), Vida na água (ODS 14) e Vida terrestre (ODS 15). Enquanto outros podem, à primeira vista, parecer mais distantes das Ciências Básicas, mas também dependem dos conhecimentos construídos por estas disciplinas para seu alcance: seja o conhecimento da Ciências Sociais e da Economia para a Erradicação da Pobreza (ODS 1), os avanços da Química sobre os agrotóxicos e seus contaminantes e das Ciências Biológicas sobre o desenvolvimento dos vegetais ou dos micro-organismos que contribuem para o alcance do ODS 2 – Fome zero e agricultura sustentável ou as pesquisas em Ciências Humanas e Sociais que apontam para estratégias e soluções para a Paz, a Justiça e Instituições Eficazes (ODS 16), dentre outros exemplos possíveis.

As Ciências Básicas, enfim, são essenciais para a compreensão dos fenômenos naturais e sociais, capacitando as pessoas a interagir com esses fenômenos de forma mais consciente e a lidar com eles de maneira mais efetiva, sendo, portanto, a base para maiores avanços tecnológicos, políticos, sociais e humanos.

Em relação ao Desenvolvimento Sustentável e à Sustentabilidade, nota–se que as Ciências Básicas fornecem subsídios para enfrentar desafios cruciais da atualidade, como o acesso universal a alimentos e energia, cobertura de saúde, tecnologias de comunicação e diminuição das desigualdades sociais, raciais e de gênero. Elas também possibilitam a compreensão do impacto das mudanças climáticas à vida no planeta, à exaustão de recursos e à extinção de espécies, podendo indicar alternativas científicas e tecnológicas que possam contribuir na redução dos impactos negativos ou mesmo para a melhoria da vida no planeta.

As Ciências Básicas são fundamentais para permitir o conhecimento e a intervenção em relações sociais ou de trabalho indignas e para estabelecer estratégias de erradicação de preconceitos raciais e de gênero.

As Ciências Básicas fornecem ferramentas essenciais para garantir o diálogo multicultural, a estabilidade política e a paz, essenciais para o Desenvolvimento Sustentável e para Sustentabilidade.

Os modelos operacionais e métodos de trabalho em rede desenvolvidos pela comunidade de pesquisadores e pesquisadoras de Ciências Básicas tem grande potencial de contribuição para a efetiva implementação dos ODS.

Apesar das Ciências Básicas serem um importante pilar de sustentação do avanço tecnológico, sua contribuição, muitas vezes, não é suficientemente reconhecida. Por isso, a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia de 2023 é uma oportunidade para que líderes políticos, econômicos e sociais e a população em geral entendam a importância das Ciências Básicas para o Desenvolvimento Sustentável e a Sustentabilidade do planeta, seja em seus aspectos sociais, econômicos, políticos ou ambientais.

Para mais informações, acesse a página do nosso evento clicando aqui.

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página